• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 331 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
PRISCILA CABRAL DE SOUSA MEMÓRIAS E NARRATIVAS BIOGRÁFICAS DE MULHERES DE BALSAS - MA: ESTRATÉGIAS PARA O ENSINO DE HISTÓRIA 2021 VERA LÚCIA CAIXETA UFT
Resumo
O presente trabalho tem por objetivo combater a lógica androcêntrica que pauta o ensino de história e abordar os seus conteúdos a partir do presente e do local. Para tanto, a ênfase na História das Mulheres, tendo narrativas biográficas femininas como ponto de partida, fez-se fundamental. Observações realizadas no ambiente escolar demonstraram que no ensino fundamental o Ensino de História ainda é marcado pela primazia do masculino, do passado e do mundial. Reflexões feitas acerca desse cenário demonstraram que as mulheres são figuras secundárias nos eventos históricos, nos livros didáticos e em muitos momentos no meio social. Logo, atribuir às mulheres seu papel de direito – de sujeitas da história – exige reconhecer e enfatizar a importância dos conhecimentos da disciplina para a construção de uma sociedade justa, democrática e igualitária. Infere-se, portanto, a relação entre essas abordagens e algumas problemáticas que permeiam a prática pedagógica no campo da disciplina histórica. Nessa perspectiva, foi proposta às alunas e aos alunos do nono ano de uma escola pública no município de Balsas - MA, a produção de biografias a partir de dois procedimentos: um, que utilizou a entrevista, técnica da História Oral, para escrever a história de vida das mulheres do local; e o outro, que através da pesquisa bibliográfica, resultou em narrativas da trajetória de diversas personalidades femininas. A análise do processo de produção das narrativas de mulheres que residem na localidade apontou possibilidades de abordagem de diversas temáticas, costumeiramente realizadas a partir da atuação de indivíduos distantes da realidade das(os) estudantes tanto no tempo quanto no espaço. Além disso, explorar a construção discursiva do Eu através das autobiografias das alunas, ampliou o horizonte das abordagens da História em sala de aula. O desenvolvimento desse trabalho oportunizou a organização de um produto final que consistiu na elaboração de Abordagens Temáticas formuladas com base nas sequências executadas. Trata-se de proposições de formas de ensinar a História das Mulheres que podem ser aplicadas ao longo do ano letivo e dentro da grade curricular do nono ano. Essas propostas permitem a aprendizagem e tornam os conhecimentos da História mais significativos na medida em que deixa evidente o vínculo entre o passado e o presente. Diz-se, portanto, que os procedimentos realizados favoreceram a aprendizagem histórica e atendem às finalidades dessa disciplina.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Mulheres de Balsas, Biografias, Aprendizagem Histórica, Memória e narrativas de vida. Resumo:
Link
DISSERTAÇÃO
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ADRIANA STIVANELLO O EDUCAR PELA PESQUISA: A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO ATRAVÉS DA METODOLOGIA DE PROJETOS EM UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE PONTA PORÃ-MS 2020 SIRLEY LIZOTT TEDESCHI UEMS
Resumo
A presente dissertação, apresentada ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Ensino de História - ProfHistória, vincula-se à linha de Pesquisa Saberes Históricos no Espaço Escolar e propôs-se a analisar o ensino de História e o educar pela pesquisa, mais especificamente, a construção do conhecimento histórico por meio da metodologia de projetos, a partir da experiência de trabalho, desenvolvida no Ensino Fundamental de uma escola pública da rede básica de educação localizada no Município de Ponta Porã-MS. Buscamos aporte teórico para a análise, na historiografia e no campo da educação, para compreender as diferentes abordagens e práticas desta metodologia de ensino, as implicações na produção do conhecimento histórico no contexto escolar, assim como, as implicações dessa forma de ensinar História na formação da consciência histórica dos/as alunos/as. É uma pesquisa de caráter qualitativo e a produção de informações deu-se por meio da análise documental e aplicação de questionário, composto de questões abertas e fechadas, a professores/as do Ensino Fundamental da escola lócus da pesquisa. Foram utilizados os critérios, sob a técnica da observação direta extensiva e da observação documental, para que pudéssemos identificar as abordagens dos/as professores/as no uso da pesquisa como recurso didático nas aulas de História. As informações produzidas no decorrer desta dissertação nos permitiram uma fundamentação sobre a metodologia e a compreensão da relação que se estabeleceu entre os professore/as e está metodologia e entre os/as alunos/as e o conhecimento histórico. Deste modo, a pesquisa contribui com reflexões sobre propostas de ensino de história que visam qualificar a construção do conhecimento histórico e, principalmente, a consciência histórica.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Aprendizagem histórica; Metodologia de projetos; Consciência histórica
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ANA CAROLINA OLIVEIRA CARLOS GÊNERO E REPRESENTAÇÃO FEMININA NO JORNAL” A CRUZ” (1910 – 1915): POSSIBILIDADES PARA O ENSINO DE HISTÓRIA 2020 MARINETE APARECIDA ZACHARIAS RODRIGUES UEMS
Resumo
O objetivo principal deste trabalho foi analisar os discursos e textos publicados nas páginas do periódico católico A Cruz, produzido em Mato Grosso, no período de 1910 a 1915. Visamos com isso compreender a construção das representações femininas como mecanismo de manutenção do culto da domesticidade nas relações de gênero na sociedade cuiabana. As análises revelaram que o periódico dava sustentação ao padrão de comportamento feminino das mulheres tendo como objetivo estabelecer uma homogeneização para os papéis femininos assentes no modelo tradicional referendado pela cultura patriarcal, que buscava manter as mulheres distantes do espaço público de atuação política e social. O estudo que se realizou a partir do processo de seleção e análise do jornal A Cruz, passando ainda pela revisão historiográfica contribuiu para a ampliação do conhecimento sobre a história regional e também para que pudéssemos sugerir novas metodologias para o ensino da história das mulheres e das relações de gênero na Educação Básica, tendo como fonte o periódico analisado nesta pesquisa. Assim, temas da história das mulheres articulados com os textos, os discursos do jornal A Cruz e com filmes, documentários, documentos e imagens podem servir para incentivar debates, pesquisas, produção de textos e estudos bibliográficos pelas/os alunas/os na Educação Básica.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Saberes e Práticas no espaço escolar; Metodologias de ensino; Representação feminina; História das mulheres; Culto da domesticidade
Link
Dissertação