• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 222 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
JERÔNIMO ADELINO PEREIRA CISNEIROS GALVÃO BIOGRAFIA NA SALA DE AULA: A CONSTRUÇÃO DE SABERES HISTÓRICOS A PARTIR DO TRABALHO COM HISTÓRIAS DE VIDA 2019 JULIANA ALVES DE ANDRADE UFPE
Resumo
O presente trabalho estuda possibilidades de uso da biografia, como recurso didático em sala de aula, no Ensino Médio, em diálogo com a produção historiográfica mais recente. O objetivo é analisar como o estudo de biografias, dentro do aporte teórico-metodológico da historiografia atual, em um processo de mediação pedagógica desenvolvido pelo docente em sala de aula, pode contribuir para a construção de saberes históricos entre os discentes do Ensino Médio. Dessa forma, busca-se responder à questão: Como desenvolver a construção de saberes históricos em sala de aula a partir do trabalho com biografias? O debate acerca da relação entre biografia e historiografia/ciências humanas perpassa por autores como François Dosse, Pierre Bourdieu, Lígia Pereira e Benito Schmidt. A questão da mediação pedagógica do docente frente ao desafio de trabalhar em sala de aula com o uso de biografias, diante dos novos olhares e sujeitos que emergem na historiografia atual, tem como referência autores como Jörn Rüsen, Peter Lee, Fernando Penna, Selva Guimarães e Ilmar Mattos. Através da análise da narrativa biográfica em relação a historiografia e da constatação da presença de biografias no Ensino de História ao longo do tempo busca-se problematizar essa prática bem como estudar possibilidades do emprego de histórias de vida em sala de aula na atualidade, dentro de um processo de ressignificação das mesmas. Como resultado pretende-se a construção de um produto didático-pedagógico para uso dos professores de Ensino Médio, com orientações, sugestões e caminhos para o trabalho com biografias em sala de aula a partir de seus novos papéis e perspectivas historiográficas atuais.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Saberes e práticas no espaço escolar.
Link
Dissertaçao
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
EMANUEL LOPES DE SOUZA OLIVEIRA DIMENSÕES DO ENSINO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO: A SEQUÊNCIA GERATIVA COMO MEDIADORA PARA O ENSINO DOS CONCEITOS DE GRILAGEM E CAMPESINATO 2019 JULIANA ALVES DE ANDRADE UFPE
Resumo
O objetivo deste trabalho é demonstrar através das articulações entre as dimensões do ensino do conhecimento histórico o papel fundamental da relação conteúdo vs. metodologia como possibilidade de produção de conhecimento histórico escolar para o ensino de conceitos históricos. A partir das dimensões do ensino do conhecimento histórico, prescritiva, curricular, didática e a dimensão pública ou a sua função social, juntamente com algumas reflexões sobre os saberes docentes, desenvolvemos contribuições para se pensar a especificidade da pesquisa didático-histórica como percurso investigativo. Uma pesquisa que tem a análise da experiência docente como conceito, a historicização como procedimento e uma problemática ao tempo presente. De modo que investigamos orientações teórico-metodológicas do ensino de conceitos tendo centralidade a temática dos conflitos agrários, no geral, e em particular, os conceitos de campesinato e grilagem caros à nossa trajetória docente. Tais orientações envolveram os estudos do ensino de História por eixos-temáticos como parte dos desdobramentos de renovação da história temática caracterizada na tradição brasileira do código disciplinar da história escolar pela via da organização curricular de temas geradores voltada ao ensino de conceitos e das múltiplas temporalidades. E com a qual dialogamos no sentido de problematizarmos contribuições dos eixos-temáticos no processo de didatização na forma de uma metodologia da didática da história. Foi possível compreender no processo de didatização que as mobilizações de memórias como projetos políticos de esquecimentos que interferem na legitimação dos movimentos sociais têm forte vinculação com a produção do conhecimento histórico nas instituições de pesquisa, relativizando, assim, o ensino de História como um lugar privilegiado da memória. Tendo em vista os encaminhamentos da pesquisa didático-histórica, como parte propositiva ao ensino e a aprendizagem na educação básica, elaboramos uma Sequência Didática-Histórico Gerativa que engloba orientações prescritivas para conceitos históricos específicos que geram por sua vez essa tipologia de sequência didática voltada ao ensino de História, na qual utilizamos documentos como as fontes em jornais. Nesse material didático intitulado A grilagem como conceito na aula de histórica: as sequências didáticas gerativas em ação, os professores e professoras de história contam com orientações teórico-metodológicas e problematizações históricas, pedagógicas e curriculares da produção do conhecimento histórico no espaço escolar.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Formação docente. Didática da História. Grilagem. Sequência didática.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
MAINNÃ ZAGO BOLA ROLANDO: ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DA OFICINA DE HISTÓRIA "FUTEBOL NO ESTADO NOVO" 2019 MARIANA DE AGUIAR FERREIRA MUAZE UNIRIO
Resumo
A presente dissertação de Mestrado Profissional em Ensino de História pretende analisar os resultados de uma experiência didática com uso de uma Oficina digital para uma reflexão sobre o uso de diferentes fontes historiográficas e temas atuais (como racismo e futebol) em sala de aula. Uma análise sobre o período histórico usado como recorte da Oficina e sobre o uso de diversas fontes históricas em sala de aula mostram-se fundamentais para uma melhor análise da atividade proposta.
Palavras-chave
Profhistória - História – Estado Novo – Futebol – Racismo – Fontes Históricas – aula centrada no aluno – Ensino de História
Link
Dissertação