• Quem é Quem - Profhistória
  • Facebook
  • Youtube

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 408 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
PAULO HENRIQUE DE BRITO TRANSCIDADANIA NO ARMÁRIO: DA INVISIBILIDADE DOS SUJEITOS HISTÓRICOS À CONSTRUÇÃO DE DIREITOS DE ALUNOS E ALUNAS TRANS EM ESCOLAS PÚBLICAS 2020 CRISTINA SATIÊ DE OLIVEIRA PÁTARO UNESPAR
Resumo
O presente trabalho se realiza pela necessidade de discutir a invisibilidade dos sujeitos históricos, os alunos e alunas transexuais, e o reconhecimento da cidadania, bem como a luta diária pelo cumprimento de legislação favorável à população LGBTI+. Buscamos refletir sobre as novas possibilidades de construção identitária e de gênero, com olhares para as transversatilidades, em vista de discutir a cidadania trans no contexto do ambiente escolar, assim como identificar conflitos e dificuldades de acesso e permanência desses sujeitos nas escolas. Nesse sentido, ao analisar os contextos em que a sexualidade e identidades de gênero de alunos e alunas trans se apresentam, visamos identificar elementos que podem produzir os processos de exclusão ou de inclusão das diversidades identitárias na comunidade escolar. Ainda, com a pesquisa, pretendemos produzir material didático para profissionais da Educação Básica sobre a diversidade sexual, promovendo estratégias para a formação de professores e para o trabalho em sala de aula, em especial do ensino de História, que abordem a temática trans nas escolas. Para a construção da pesquisa, foi empregada a metodologia de história oral com alunos(as) e professoras trans, no intuito de compreender, a partir do relato dos próprios sujeitos, as dificuldades e preconceitos enfrentados na sociedade e no ambiente escolar. Tais entrevistas serviram de base para a produção de material audiovisual que pode ser utilizado na formação de professores(as) e em sala de aula, com os(as) estudantes, em especial da disciplina de História. A partir do material coletado, foram evidenciadas, com as entrevistas, as histórias de vida de pessoas trans, marcadas por preconceitos, discriminação e também superações da transfobia vivida cotidianamente em diferentes esferas: na escola, no trabalho, na família, na sociedade como um todo. Verificamos que a luta pela conquista e consolidação dos direitos e cidadania de pessoas transexuais é uma luta diária, não só da população trans, mas de todos os que, de alguma maneira, se identificam com a causa.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Saberes Históricos no Espaço Escolar; Gênero; Direitos e Cidadania; Pessoas Trans.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
SIDNEY DE MELO CATELÃO HISTÓRIA EM REVISTA: AS NARRATIVAS DE SELEÇÕES DO READER’S DIGEST EM SALA DE AULA (1942-1949) 2020 JORGE PAGLIARINI JUNIOR UNESPAR
Resumo
Esta dissertação tem por objetivo a criação de atividades pedagógicas para o Ensino de História na educação básica. Desenvolvidas no Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória), estas atividades tiveram como tema o uso das narrativas da Revista Seleções do Reader’s Digest como fontes históricas no Ensino da disciplina de História. Sua metodologia pautou-se na investigação dos diversos discursos produzidos pela revista entre os anos de 1942 e 1949, no diálogo com a bibliografia responsável pela sua análise e no cotejamento desse material com o campo do ensino. Sua elaboração visou ao aprimoramento das estratégias de análise, leitura e produção narrativa na educação básica para abordar a imprensa, os documentos históricos e as fontes de informações em geral. A seleção de temas baseou-se nos aspectos contextuais em que este periódico estava inserido. Com formato de bolso, riquíssima em artigos e imagens que representavam o modo de vida americano (american way of life), e textos selecionados e condensados de livros e outras publicações, a revista conquistava e ampliava o número de leitores a cada nova edição. Chegou ao Brasil em fevereiro de 1942, dois meses após o país se alinhar aos Estados Unidos e aliados na Segunda Guerra Mundial estreitando a política de “boa vizinhança” entre os dois países. Nesse período, a publicação acompanhava o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, com narrativas que elegiam os nazistas, os japoneses e, posteriormente, no pós-guerra, os comunistas como “inimigos”. Esse contexto histórico abordado possibilitou a elaboração de quatro eixos temáticos: o primeiro aborda o nazismo; o segundo enfatiza a Política de “boa vizinhança” e o esforço de guerra; o terceiro tem como tema o Comunismo e o quarto eixo as representações de gênero, raça e classe.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Produção e difusão de narrativas históricas; Fonte Histórica, Revista Seleções do Reader’s Digest.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ANDRÉ BRASIL DA SILVA PESQUISA E ENSINO DE HISTÓRIA LOCAL: VIVÊNCIA DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA ESCOLA UNIDADE INTEGRADA ENOC VIEIRA EM BARRA DO CORDA - MA 2020 CLEUBE ALVES DA SILVA UFT
Resumo
Esta pesquisa trata da incorporação da pesquisa histórica como estratégia didático-metodológica de Ensino de História Local, utilizando o Conflito de Alto Alegre – revolta dos indígenas da etnia Tenetehara-Guajajara contra os religiosos capuchinhos da missão catequética de São José da Providência em Barra do Corda–MA, em 1901 – como conteúdo base do processo investigativo com os discentes da turma do 7º ano A da escola municipal Unidade Integrada Enoc Vieira da cidade de Barra do Corda. Assim, o objetivo do trabalho é analisar as contribuições que a pesquisa histórica como estratégia de ensino de História pode oferecer ao processo de aprendizagem histórica dos estudantes. Além disso, buscamos refletir acerca da importância do conhecimento histórico escolar para o desenvolvimento da cidadania e do pensamento crítico discente. A metodologia desse trabalho, que se insere no âmbito qualitativo, está fundamentada nos princípios da Pesquisa-ação, em conformidade com a perspectiva de Michel Thiollent (2007). Desse modo, buscamos fundamentar os estudantes na utilização de algumas técnicas e métodos da pesquisa histórica – de maneira adaptada à realidade da Educação Básica –, como a História Oral e a análise crítica de fontes históricas, para a construção do conhecimento histórico escolar (SCHMIDT; GARCIA, 2003) acerca do conteúdo do Conflito de Alto Alegre. Ao mobilizar os conceitos de pesquisa histórica, ensino de História Local e aprendizagem histórica, a partir das discussões teóricas de alguns autores do campo do Ensino de História, como Schmidt (2003) e Garcia (2003), Caimi (2008), Saddi (2010), Rüsen (2011) e Cerri (2001), buscamos compreender os problemas práticos e os fenômenos históricos emergidos da realidade investigada junto aos estudantes da turma de 7º ano A da referida escola municipal em relação à temática desse trabalho. Através da observação crítica dos dados e do uso desses aportes teóricos e metodológicos, os resultados identificados dão-nos segurança para concluir que a pesquisa histórica, como estratégia didático-metodológica de ensino de História local, possibilita o desenvolvimento da aprendizagem histórica dos estudantes. Como produto didático desta dissertação, produzimos uma Sequência Didática, disponibilizada em uma revista digital, na qual sugerimos um percurso metodológico baseado na incorporação da pesquisa histórica como estratégia de ensino de História na Educação Básica.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Aprendizagem histórica; Pesquisa Histórica; Saberes e práticas no espaço escolar
Link
Dissertação