• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 250 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
RONAIR JUSTINO DE FARIA O ENSINO DE HISTÓRIA NO CONTEXTO DA PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA: UM ESTUDO DA ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE PORTO NACIONAL 2018 VASNI DE ALMEIDA UFT
Resumo
Este trabalho busca estudar o ensino de História e sua metodologia no âmbito das práticas educativas da Escola Família Agrícola de Porto Nacional - EFAPN, que possui como metodologia a Pedagogia da Alternância, a fim de constituir-se como material de referência para a reflexão e construção de uma nova prática de ensino em História voltada para alunos do campo. Tem por objetivo geral verificar como a disciplina de História é trabalhada pelos professores/monitores em sala de aula, e se os materiais didáticos e as metodologias utilizadas aproximam a História da realidade camponesa do educando. Para isso, analisou-se o ensino de História e os materiais didáticos utilizados no interior da Pedagogia da Alternância, descrevendo os conteúdos e a metodologia da disciplina, no sentido de demonstrar os seus limites e os desafios na prática de ensino da EFAPN. Esta pesquisa está amparada em fontes documentais (PPP, Planos de Formação, Planos de Aprendizagem), em fontes bibliográficas, em artigos de revistas, sites e nos registros em caderno de campo realizados a partir do acompanhamento vivenciado em regime de internato na sessão-escola junto à turma do nono ano do Ensino fundamental. Aplicaram-se também questionários aos educandos e ao professor de História, buscando verificar os conteúdos, materiais didáticos, bem como a prática de ensino e seus significados para os educandos, observando sua coerência com uma proposta de Educação do Campo. A pesquisa demonstrou que o ensino de História somado aos instrumentos pedagógicos da alternância vem contribuindo para o educando compreender a sua realidade, mas ainda possui alguns desafios e limites a serem superados.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Aprendizagem Histórica, Cotidiano Escolar, Cultura Escolar,Educação do Campo,Pedagogia da Alternância
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
VIVIANE ALICE DE OLIVEIRA HISTÓRIA QUE SE ENSINA E SE APRENDE NAS COMEMORAÇÕESESCOLARES EM ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA EM XINGUARA – PA:FESTA JUNINA, DIA DA INDEPENDÊNCIA E DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA 2018 VASNI DE ALMEIDA UFT
Resumo
A abordagem sobre as comemorações escolares desenvolvidas no Ensino Básicoda cidade de Xinguara, no Estado do Pará, a saber: Festa Junina, Dia daIndependência e Dia da Consciência Negra, apresenta-se como instrumentos eoportunidades para o ensino e aprendizagem em História. Nossa intenção foi a deapresentar as relações entre tais comemorações e o currículo ensinado em sala deaula, ou seja, em que medida ocorre o conhecimento histórico para além dos Conteúdosnos programas e planos dessa disciplina. Por meio de anotações nocaderno de campo, de entrevistas com professores de História e da aplicação dequestionários aos alunos, verifica-se como, e até que ponto, as comemoraçõesanalisadas permitiram o aprendizado em História. As fontes da pesquisa foramanalisadas na perspectiva da cultura escolar, nos termos propostos por DominiqueJulia, André Chervel e AntonioViñaoFrago. Na dissertação, além das análisesconsideradas pertinentes aos professores e alunos, apresentamos uma propostametodológica de Ensino de História relacionado a essa temática, refletindo sobre osusos das comemorações integradas ao currículo, pois verificou-se que estas, além de momentos de descontração e de sociabilidade, se mostram ambientes profícuospara a produção do conhecimento histórico. Discorremos, ainda, sobre aapresentação de um minicurso proposto aos professores da Educação Básica deXinguara, oportunizando aos docentes discussões sobre a aprendizagem histórica apartir dos resultados obtidos na pesquisa.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Comemorações, Currículo, Aprendizagem Histórica
Link
Dissertaçao
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ODAIR DE SOUZA EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICORRACIAIS NO ENSINO DE HISTÓRIA: MEMÓRIAS E EXPERIÊNCIAS DE PROFESSORAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2018 ELISONANTONIO PAIM UFSC
Resumo
Esta pesquisa teve como objetivo investigar interfaces de memórias e experiências de professoras de História a partir da análise da implementação da lei 10.639/2003, bem como das orientações emanadas das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnicorraciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e sua associação aos princípios da interculturalidade e da decolonialidade. A metodologia adotada foi a análise das mônadas oriundas de entrevistas com professoras de História do ensino médio da Escola Pública Estadual Luiz Carlos Luiz, no município de Garopaba-SC, inspiradas em França (2015) com fundamentação em Walter Benjamin (1984). Orientou-se também na perspectiva da decolonialidade como uma possibilidade epistemológica radical para o rompimento com os saberes eurocêntricos e metodologias e práticas pedagógicas fundamentadas na interculturalidade. Neste sentido,dialogou-se com autores e autoras latino-americanos que postulam a colonização do poder, do saber, do ser, memória e experiência,interculturalidade e interculturalidade na educação. As considerações finais indicam que ainda são necessários cursos de formações continuada e de disciplinas nas licenciaturas que abordem temáticas relacionadas à ERER e à história e cultura africanas e afro-brasileiras, mas ao mesmo tempo aponta por uma série de trabalhos pedagógicos produzidos por professoras/es em suas salas de aula que problematizam as relações étnicorraciais, o preconceito e a discriminação. Como elemento propositivo, indico aos professores/as uma série de livros, artigos, teses, dissertações e vídeos que poderão auxiliar no aprofundamento teórico e prático em Educação para as Relações Étnicorraciais em sala de aula.
Palavras-chave
Ensino de História; Relações Étnicorraciais; memórias e experiências; interculturalidade; decolonialidade
Link
Dissertação