• Quem é Quem - Profhistória
  • Facebook
  • Youtube

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 408 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CAROLINE OLIVA NEIVA O ENSINO DE HISTÓRIA NO CONTEXTO DO 6° ANO EXPERIMENTAL: ENTRE DISCURSOS E EXPERIÊNCIAS DOCENTES 2020 MARCELO DE SOUZA MAGALHÃES. UNIRIO
Resumo
A temática que norteia essa dissertação concerne a compreensão do lugar ocupado pelo Ensino de História no contexto do projeto 6° Ano Experimental a partir das aproximações e distanciamentos dentre os discursos embasadores do projeto, o material de apoio didático e as vivências dos professores regentes. O projeto 6° Ano Experimental foi implementado em caráter experimental na rede pública municipal do Rio de Janeiro a partir de 2011, com o objetivo que contribuir para a melhoria da qualidade da educação pública carioca, que seria refletida num melhor desempenho discente em avaliações internas e externas. Nesse projeto, as turmas de 6° Ano Experimental passariam a compor a última etapa dos anos iniciais, nas unidades escolares de Primário Carioca, e o ensino seria conduzido por um professor generalista, o que tornaria a transição entre o Primário e o Ginásio mais suave aos alunos. Como suporte a esse projeto foram produzidos materiais de apoio didático, os Cadernos Pedagógicos, e foram oferecidos cursos de capacitação aos professores regentes. O objetivo central dessa pesquisa é compreender o lugar ocupado pelo Ensino de História dentro do projeto 6° Ano Experimental e no cotidiano escolar, a partir das vivências relatadas por professores regentes dessas turmas. Para tanto foram analisados os Cadernos Pedagógicos de História com o objetivo de verificar a existência de uma perspectiva interdisciplinar. A fim de se comparar os discursos proponentes do projeto com aqueles que vivenciaram o mesmo, foram analisadas entrevistas com a cúpula da Secretaria Municipal de Educação e com professores regentes do projeto.
Palavras-chave
Profhistória, Ensino de História, Ensino de História, Aprendizagem histórica, Cotidiano escolar e saberes históricos, Políticas Públicas, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, 6° Ano Experimental
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CARMEN VIRGÍNIA PEREIRA DYSARZ AS COMEMORAÇÕES DO SESQUICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA EM 1972 E SUAS POSSIBILIDADES PEDAGOGICAS 2020 LEILA BIANCHI AGUIAR UNIRIO
Resumo
As comemorações do Sesquicentenário da Independência em 1972, e suas possibilidades pedagógicas Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020. 133 f. Esse estudo é uma transposição didática dos estudos sobre as comemorações do Sesquicentenário da Independência do Brasil em 1972, relacionando tais eventos com o contexto político, econômico e social em que ocorrem e pensar suas possibilidades pedagógicas foram os objetivos centrais desse trabalho. O material didático foi produzido para ser utilizado por estudantes do Ensino Médio e Fundamental. Explora os sentidos das festividades que tiveram como base o enaltecimento da figura de D. Pedro I e do passado Imperial do Brasil de forma a exaltar o nacionalismo e construir legitimidades para um governo ditatorial.
Palavras-chave
Profhistória, Ensino de História, Ensino de História, Sesquicentenário da Independência do Brasil, Efemérides.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ALEX DE OLIVEIRA MOURA A LINGUAGEM POÉTICA NO ENSINO DE HISTÓRIA: A HISTÓRIA COMO POTENCIAL POESIA 2020 ALINE MONTENEGRO MAGALHÃES UNIRIO
Resumo
O presente projeto pretende pesquisar métodos alternativos aos tradicionais para a prática do Ensino de História, bem como propor a utilização da literatura, especificamente no formato da linguagem poética, para a construção do conhecimento histórico, valorizando o protagonismo de alunos e alunas neste processo. Pretende abordar eventos históricos através da utilização de poemas de autores clássicos e autorais para, a partir da sensibilização da atividade, estimular alunos e alunas a escreverem seus próprios textos baseados na percepção e compreensão dos temas propostos. Visa, ainda, apresentar o resultado da atividade em um sarau cultural, como um evento de integração interdisciplinar entre as turmas, onde poderá ser observada a culminância da atividade que objetiva despertar a criticidade dos alunos e alunas e a conscientização de suas condições enquanto sujeitos históricos
Palavras-chave
Profhistória, Ensino de História, Ensino, História, Literatura, Poesia.
Link
Dissertação