• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 259 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
FELIPE HONÓRIO CORREIA RIBEIRO RETÁBULOS DA ANTIGA MATRIZ DO SENHOR BOM JESUS DE CUIABÁ: PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2018 RENILSON ROSA RIBEIRO UFMT
Resumo
A partir da análise do processo de tombamento n. 553-T-57-A. (01450.013234/2008-47) IPHAN/DET/MT, referente ao conjunto de quatro retábulos da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, esta dissertação tem o objetivo de servir como estudo teórico e metodológico para a elaboração de um Guia Didático de Ação Educativa para visita ao Museu de Arte Sacra de Mato Grosso pelas escolas orientado a partir da perspectiva de Educação Patrimonial. Portanto, buscou-se efetivar a elaboração de um material que possibilitasse estabelecer um equilíbrio entre a leitura e análise de documento enquanto fontes primárias de investigação histórica; e, ao mesmo tempo proporcionasse o enriquecimento da experiência com espaços de memória; como em específico nesse caso, museus
Palavras-chave
ENSINO DE HISTÓRIA PRODUÇÃO E DIFUSÃO DE NARRATIVAS HISTÓRICAS PATRIMÔNIO RETÁBULOS MUSEUS GUIA DIDÁTICO
Link
Dissertaçao
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ALLAN ALVES DE SANTANA. PAN-AFRICANISMO, DESCOLONIZAÇÃO DAS NAÇÕES AFRICANAS E O ENSINO DE HISTÓRIA. 2018 PATRÍCIA TEIXEIRA SANTOS UNIFESP
Resumo
Esta pesquisa versa sobre possibilidades de inserção dos temas do pan-africanismo e dos processos de descolonização das nações africanas no ensino de História. Ela se configura a partir de um programa de mestrado profissional, que tem sua natureza definida pelo estudo minucioso dessa área: o “ProfHistória”. Todo o intento da pesquisa parte de uma inquietação compartilhada pelo professor-pesquisador que escreve este trabalho, junto à seus alunos, em relação aos temas do racismo e da história das tradições de luta do movimento negro na África e na diáspora. A pesquisa avançou em direção ao exame da construção de um currículo escolar em História, que reconhece e valoriza a História da África Contemporânea. Nosso labor, portanto, se desdobra com vistas a proporcionar uma rigorosa análise sobre a inserção dos temas citados a partir de materiais produzidos para o atendimento de professores e estudantes de História na educação básica, em específico, a Síntese da coleção História geral da África. Deste modo, iremos colocar as fontes escolhidas diante das diferentes tradições de pensamento sobre o pan-africanismo e a descolonização das nações africanas, para que assim, possamos verificar as possibilidades de mobilização dos temas em questão, no ensino de História
Palavras-chave
Ensino de História da África Pan-africanismo Descolonização da África Antirracismo Educação para as relações étnico-raciais ProfHistória Ensino de História
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
LUIS FELIPE SANCHES MEMÓRIA E PATRIMÔNIO EM TUPÃ-SP: PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O SOLAR LUIZ DE SOUZA LEÃO (1901-1980) 2018 MICHEL KOBELINSKI UNESPAR
Resumo
A presente pesquisa analisa as práticas arquivísticas de Luiz de Souza Leão (1901-1980) – descendente de famílias ilustres de Pernambuco (séc. XVII) –, que, ao longo do século XX, vinculou imagens de si à colonização e à exploração dos sertões do Estado de São Paulo por meio da escrita de uma história em que este é narrador e protagonista. Tal prática autorreferente, associada à Empresa Melhoramentos da Alta Paulista e, consequentemente, à fundação das cidades de Tupã (1929) e Parapuã (1934), à organização do Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (1966) e do Solar Luiz de Souza Leão, levaram à problematização das subjetividades dos modos de ser de Luiz de Souza Leão: como a construção de si nutriu uma escrita autorreferente e sua ampliação para espaços de memórias? Por meio da pesquisa é possível apresentar, com base em uma intervenção museológica, produtos ou serviços a partir das seguintes questões: como é trabalhada a exposição no Solar Luiz de Souza Leão? Tendo como aportes teóricos e metodológicos os estudos (auto)biográficos, o objetivo central deste projeto é trabalhar a exposição por meio de uma cartilha pedagógica com atividades lúdicas para serem aplicadas no Solar Luiz de Souza Leão. Algumas dimensões destes arquivos do eu (escritos, arquivos e monumentos) estão presentes na proposta e são problematizados, a saber: as influências sociais (tais como a função e valor social), as práticas ou maneiras encontradas por Luiz de Souza Leão para arquivar a própria vida, a intimidade arquivística, isto é, suas intenções autobiográfico-monumentais, bem como a organização das exposições neste museu-casa. Sendo assim, a baliza temporal deste trabalho é o período da vida de Souza Leão até os dias atuais. As fontes de pesquisa, que se circunscrevem ao espaço museológico Solar Luiz de Souza Leão e às suas coleções e/ou exposições (panfletos), fotografias, recortes de jornal, mobiliário, cartas, certidões, documentos oficiais e tombamentos, além de seu texto (autobiográfico intitulado Fundação de Tupã (1968), fornecem material indispensável a inúmeros produtos destinados aos seus visitantes. No âmbito deste estudo, a pesquisa procura ampliar o conhecimento acerca da História Local e Regional, além de refletir sobre os conceitos de patrimônio histórico, exposições de acervos em museus e (autobiografia).
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Espaços de memória; Ensino e aprendizagem em espaços não-formais; Educação Patrimonial; Nova Museologia. Solar Luiz de Souza Leão.
Link
Dissertação