• Quem é Quem - Profhistória
  • Facebook
  • Youtube

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 408 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CATARINA DA SILVA MOREIRA ENSINO DE HISTÓRIA E EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NO TRATO COM AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO AMBIENTE ESCOLAR 2020 SIMÉIA DE NAZARÉ LOPES UFPA
Resumo
Educar para as relações étnico-raciais no ambiente escolar é uma forma de cooperar com o exercício da cidadania de forma ampla. E, nesta tarefa, o ensino de história contribui com a formação de cidadãos capazes de exercitar a cidadania e colaborar para sua manutenção e ampliação. Nessa perspectiva, esta dissertação procura conhecer os processos de sociabilidades entre estudantes no ambiente da Escola E.E.F.M Dr. Pádua Costa, em Santa Bárbara do Pará, investigando quais os preconceitos que envolvem as relações étnico-raciais e seus efeitos na vida escolar dos estudantes. A metodologia usada para pesquisa foi a etnografia escolar e pesquisa-ação, cujos resultados apontaram formas de preconceitos étnico-raciais envolvendo as sociabilidades no ambiente escolar em estudo, as quais estão ligadas à origem étnica e social dos estudantes. Pesquisas sobre essa temática no campo da educação e da psicologia evidenciaram que as situações de preconceitos étnico-raciais, provocam afetações negativas sobre a autoestima e identidade dos sujeitos. Diante dos resultados, apresenta-se uma proposta de ensino de história com educação patrimonial, buscando conhecer e reconhecer as referências patrimoniais e memórias de matrizes afrobrasileiras, indígenas, caboclas, rurais e ribeirinhas que circulam no cotidiano escolar e no seu entorno comunitário. Por meio da tal prática pedagógica, pretende-se cooperar com a educação para as relações étnico-raciais, como forma de superação de preconceitos no ambiente escolar. Como produto desta experiência didática foi desenvolvido um vídeo e um podcast sobre as referências patrimoniais e memórias que circulam no cotidiano escolar e no seu entorno
Palavras-chave
ProfHistoria; Ensino de História; Educação Patrimonial; Relações Étnico-Raciais; Educação Básica
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CAROLINE BARROSO MIRANDA “DE QUE COR EU SOU?” O LUGAR DA MENINA NEGRA NO ESPAÇO ESCOLAR - UM ESTUDO SOBRE A REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES NEGRAS NO LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA. 2020 ANNA MARIA ALVES LINHARES UFPA
Resumo
Essa dissertação busca refletir sobre os conceitos do pensamento feminista negro, o saber histórico escolar, a história das mulheres negras e suas representações em imagens nos livros didáticos de história do 8º ano do ensino do fundamental II. Utilizando como fonte de pesquisa e reflexão o livro didático de história e narrativa localizada das alunas negras nesse material didático, de modo que se possa compreender como se dá as representações das mulheres negras nesses livros didáticos entre os anos de 2001 a 2017, e como as alunas negras se veem representadas no livro didático de história, no ensino de história e na sociedade. Busca-se, ainda, compreender de que modo as estruturas interseccionalizadas de raça, gênero e classe influenciam nas rupturas e permanências, características do processo histórico, e nas representações imagéticas das mulheres negras nos livros didáticos. Compreender de que maneira o racismo, o sexismo e o classismo, no Brasil, afetam a narrativa histórica na representação das mulheres negras nos livros didáticos de história, analisando de que forma essas sujeitas ganharam espaço e visibilidade na produção do livro didático ao longo dos anos. Além de procurar promover justiça social através do processo de ensino-aprendizagem de história e do ponto de vista específico das alunas negras, o seu lugar de fala, suas auto definições e empoderamento enquanto futuras mulheres negras.
Palavras-chave
ProfHistoria; Ensino de História; Pensamento Feminista Negro; Ponto de Vista das Mulheres Negras; Livro Didático de História
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
WILLIOMAR DE SOUZA PEIXOTO A CIDADE ENTRE MEMÓRIAS E FOTOGRAFIAS: UMA PRÁTICA DE ENSINO PATRIMONIAL NAS AULAS DE HISTÓRIA - ICOARACI-PA. 2020 SIDIANA DA CONSOLAÇÃO FERREIRA DE MACEDO UFPA
Resumo
Esta dissertação carrega como tema principal o diálogo entre a Educação Patrimonial e a História local no ensino de História, no intuito de contribuir para a pesquisa científica acerca da didática da História. Ela busca caminhos que possam levar os discentes a um conhecimento histórico, de fato, significativo. Para isto, direcionou-se em demonstrar a importância do trato por parte do ensino de História com temas de história local e patrimônio, haja vista a importante ligação que estes guardam com a perspectiva do desenvolvimento das identidades e do sentimento de pertença dos alunos. Por meio de um projeto de intervenção realizado com alunos do 9º ano do Colégio Interativo, no distrito de Icoaraci (Belém-PA), apresentamos uma sequência didática para contemplar as abordagens de pesquisa acima citadas. Nesse sentido, foram utilizadas principalmente fontes orais, oriundas da produção de memórias de parte dos moradores do distrito de Icoaraci, e consecutivamente o registro de imagens fotográficas dos espaços e práticas elencados nestes relatos de memória. Tal prática objetivou colocar o aluno como protagonista da pesquisa, propiciando-lhes apreender um passado de seu lugar que, para eles, antes, estava silenciado, ajudando-os a obter noções de um tempo repleto de rupturas e permanências no presente. A produção é um meio de ampliação do debate sobre o ensino patrimonial, e da pesquisa em ensino de História, a partir dos usos dos diferentes espaços de memória como fonte de análise. O trabalho sugere ainda o debate existente sobre às definições e usos dos patrimônios culturais, suas finalidades e a quais projetos de sociedade atendem. O resultado material desse projeto configura-se num produto em formato de sequência didática, sistematizando a proposta de ensino patrimonial aqui realizada, tendo como alvo principal professores da rede básica de ensino, bem como o acervo de imagens produzidas pelos alunos, além do próprio banco de dados que organiza os apontamentos sobre lugares, costumes, práticas locais oriundas da memória dos mais velhos e dos alunos.
Palavras-chave
ProfHistoria; Ensino de História; Memória e Identidade; Paisagem Cultural e Espaço Urbano; Ensino Patrimonial; Icoaraci
Link
Dissertação