• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 259 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
LARA XIMENES GILDATE : DIÁLOGOS ENTRE A HISTÓRIA LOCAL E O ENSINO FUNDAMENTAL – 2º SEGMENTO: PROPOSTAS DE INSERÇÃO CURRICULAR EM CASIMIRO DE ABREU/RJ 2018 RUI ANICETO NASCIMENTO FERNANDES UERJ
Resumo
Esta pesquisa apresenta uma análise sobre a importância e os desafios da inserção de temáticas locais e regionais no processo de ensino-aprendizagem em História ao longo do Ensino Fundamental, acreditando que essas auxiliam e dinamizam o aprendizado histórico e o desenvolvimento da consciência do aluno, enquanto cidadão local. Na perspectiva de que a utilização de temáticas locais se fazem necessárias ao longo dos Anos Finais – 2º segmento, em um processo contínuo e não de ruptura, e não somente como orientação e prescrito para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental, estruturamos nossa pesquisa sob o entendimento de que a experiência do aluno e a sua relação com a localidade se faz necessária no decurso de todo o processo educacional. Por conseguinte, apresentamos algumas críticas e posicionamentos frente aos documentos curriculares oficiais, em especial, à recente aprovação da Base Nacional Comum Curricular – BNCC, tendo em vista seu caráter normativo e homogeneizador do currículo brasileiro, concepção essa que, no ângulo da nossa pesquisa, mina e sufoca os trabalhos e as perspectivas locais. Alicerçado no diálogo com autores dos campos da educação, do ensino de história e das teorias do currículo, este ensaio utilizou como referência o estudo de caso do município de Casimiro de Abreu/RJ, no qual reside e leciona a autora deste. Tendo-o como paradigma, desenvolvemos um balanço sobre a estrutura curricular vigente, os materiais didáticos existentes de História para os Anos Iniciais e os desafios e percalços frente à proposta defendida nesta pesquisa. Assim sendo, como resultado das análises contidas, foi elaborado um produto que visa oferecer ao professor do 2º segmento do Ensino Fundamental da rede municipal, um suporte didático para o ensino de História e os possíveis diálogos com as temáticas locais.
Palavras-chave
Ensino de História. História Local. BNCC. Currículo. Casimiro de Abreu
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
LAIRA DE AZEVEDO PINHEIRO UMA PROPOSTA DE INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO EM HISTÓRIA PARA O ENSINO MÉDIO: A PROVA OBJETIVA E O SISTEMA DE MÚLTIPLAS RESPOSTAS 2018 HELENICE APARECIDA BASTOS ROCHA UERJ
Resumo
O tema central dessa pesquisa é uma proposta metodológica denominada Guia Prático para Professores do Ensino Médio: A Prova Objetiva no Ensino de História e o Sistema de Múltiplas Respostas e Pontuações e tem como principal objetivo colaborar com os professores de história em suas atividades docentes de elaboração de instrumentos para a avaliação de aprendizagem escolar no ensino de História, ou seja, a avaliação daquelas aprendizagens pelas quais a escola é responsável. Utilizaram-se como referenciais teóricos os trabalhos de Cipriano Carlos Luckesi, Jussara Hoffmann, Vasco Pedro Moretto e Philippe Perrenoud sobre avaliação escolar. No que concerne ao quadro teórico em Ensino de História, empregou-se como base os trabalhos de Helenice Rocha, Selva Fonseca e LeideTurini. Dialogamos junto a 20 professores de História que atuam no Ensino Médio em diferentes regiões do estado do Rio de Janeiro através de questionário e aplicação do método proposto no Guia Prático, questionário preenchido via internet e com comunicação complementar diversificada. Após a aplicação do método tal como proposto, todos os professores, fizeram uma avaliação da experiência e relataram como foi a experiência para os discentes e para si próprios.
Palavras-chave
Ensino de História. Aprendizagem Histórica. Saberes e Práticas no Espaço Escolar. Ensino Médio. Avaliação Escolar. Prova Objetiva.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
FLÁVIO BRAGA MOTA AFINAL, QUEM SOU EU?” – A POTENCIALIDADE DA HISTÓRIA ESCOLAR NA MEDIAÇÃO DE SABERES E SEU PAPEL NA REFLEXÃO E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES 2018 SONIA MARIA DE ALMEIDA IGNATIUK WANDERLEY UERJ
Resumo
O presente trabalho é uma síntese de práticas desenvolvidas e de análise das mesmas, realizada com estudantes de turmas de 7° e 8° anos da Escola Municipal Jornalista e Escritor Daniel Piza, em Costa Barros, na cidade do Rio de Janeiro, durante o primeiro semestre de 2018. Tais práticas utilizaram as orientações curriculares pertinentes a cada ano de ensino para a discussão e reflexão identitárias, tendo como foco os eixos étnico-racial e social. O "método da cartografia" (Barros; Kastrup, 2014), que consiste em acompanhar processos, auxiliou na apreensão e tratamento dos dados. A pesquisa investigativa, método sugerido por Cruz, Battestin e Gigghi (2013), visava aproximar os alunos do conteúdo histórico a partir de suas referências. Com isso, o "lugar de fronteira" no qual o ensino de História está inserido (Monteiro; Pena, 2011) promove o diálogo, a troca e o reconhecimento das diferenças ao utilizar estas referências discentes para a aproximação entre alunos e História escolar. Tópicos como a importância dos griots para diversas sociedades africanas, no 7° ano, e a cidade do Rio de Janeiro durante o Período Joanino (1808 - 1820), no 8° ano, serviram como estímulo às pesquisas sobre a origem e características de alguns dos bairros e favelas próximas à escola. Seu resultado auxiliou na apreensão dos conteúdos e colaborou para a discussão e reflexão sobre aspectos identitários destes alunos, que, mesmo amparada por lei (como ocorre com a temática étnico-racial), ainda são negligenciados ou tratados superficialmente por muitos professores na Educação Básica.
Palavras-chave
Ensino de história. Relações étnico-raciais. Memória e identidade. Cidadania e identidade social. História local. Favela
Link
Dissertação