• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 259 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
LUCAS REIS DE MATOS O MÉTODO COMO CONTEÚDO: ENSINO DE HISTÓRIA POR DIÁRIOS DE PESQUISA 2020 BRUNO FLÁVIO LONTRA FAGUNDES UNESPAR
Resumo
Esta dissertação tem por objetivo estabelecer considerações a respeito do ensino de História a partir dos Diários de Pesquisa, proposta de material didático que foi desenvolvida e aplicada no início de 2019 junto aos alunos do 6o ano A do Colégio Estadual Doutor Osvaldo Cruz, na cidade de Campo Mourão (PR), sob orientação do Programa de Mestrado Profissional em Ensino de História (Unespar). Nestes diários, os estudantes registraram relatos investigativos através da leitura e problematização de vestígios levantados em seus próprios espaços de convivência, desde o ambiente familiar até os bairros, a escola e o centro da cidade, partindo de etapas que tiveram por tema alguns dos elementos fundamentais da História enquanto ciência de referência, como, por exemplo, a relação espaço temporal, fontes, sujeitos, etc. Em sua dinâmica de aplicação, as temáticas de tais etapas foram antecedidas pelo debate em torno dos excertos trazidos pelo próprio livro didático da turma, o qual, já em seu primeiro capítulo, trata de introduzir os estudantes aos conceitos e fundamentos essenciais para a compreensão da disciplina. Quanto ao layout da produção, a composição dos diários foi organizada em atividades permeadas de ludicidade - passando pelo registro fotográfico, criação de desenhos, anotações, coleta de depoimentos, pinturas, leitura de mapas, entre outros – numa linguagem acessível à faixa etária dos estudantes, com textos concebidos em primeira pessoa. Assim, ao trabalhar a construção de tal proposta, objetivou-se que a inclusão do cotidiano nas aulas de História traga para o ensino da disciplina uma dimensão afetiva que forneça ao estudante suportes para a interpretação de sua historicidade. Por sua vez, espera-se que tal abordagem metodológica favoreça a construção do conhecimento histórico pelo entendimento de que os vestígios do passado se encontram em diferentes lugares, fazem parte da memória social e precisam ser trabalhados em sala de aula.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Ensino e Aprendizagem no Espaço Escolar; Paisagem Cultural e Espaço Urbano.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
PAULO HENRIQUE DE BRITO TRANSCIDADANIA NO ARMÁRIO: DA INVISIBILIDADE DOS SUJEITOS HISTÓRICOS À CONSTRUÇÃO DE DIREITOS DE ALUNOS E ALUNAS TRANS EM ESCOLAS PÚBLICAS 2020 CRISTINA SATIÊ DE OLIVEIRA PÁTARO UNESPAR
Resumo
O presente trabalho se realiza pela necessidade de discutir a invisibilidade dos sujeitos históricos, os alunos e alunas transexuais, e o reconhecimento da cidadania, bem como a luta diária pelo cumprimento de legislação favorável à população LGBTI+. Buscamos refletir sobre as novas possibilidades de construção identitária e de gênero, com olhares para as transversatilidades, em vista de discutir a cidadania trans no contexto do ambiente escolar, assim como identificar conflitos e dificuldades de acesso e permanência desses sujeitos nas escolas. Nesse sentido, ao analisar os contextos em que a sexualidade e identidades de gênero de alunos e alunas trans se apresentam, visamos identificar elementos que podem produzir os processos de exclusão ou de inclusão das diversidades identitárias na comunidade escolar. Ainda, com a pesquisa, pretendemos produzir material didático para profissionais da Educação Básica sobre a diversidade sexual, promovendo estratégias para a formação de professores e para o trabalho em sala de aula, em especial do ensino de História, que abordem a temática trans nas escolas. Para a construção da pesquisa, foi empregada a metodologia de história oral com alunos(as) e professoras trans, no intuito de compreender, a partir do relato dos próprios sujeitos, as dificuldades e preconceitos enfrentados na sociedade e no ambiente escolar. Tais entrevistas serviram de base para a produção de material audiovisual que pode ser utilizado na formação de professores(as) e em sala de aula, com os(as) estudantes, em especial da disciplina de História. A partir do material coletado, foram evidenciadas, com as entrevistas, as histórias de vida de pessoas trans, marcadas por preconceitos, discriminação e também superações da transfobia vivida cotidianamente em diferentes esferas: na escola, no trabalho, na família, na sociedade como um todo. Verificamos que a luta pela conquista e consolidação dos direitos e cidadania de pessoas transexuais é uma luta diária, não só da população trans, mas de todos os que, de alguma maneira, se identificam com a causa.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Saberes Históricos no Espaço Escolar; Gênero; Direitos e Cidadania; Pessoas Trans.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
SIDNEY DE MELO CATELÃO HISTÓRIA EM REVISTA: AS NARRATIVAS DE SELEÇÕES DO READER’S DIGEST EM SALA DE AULA (1942-1949) 2020 JORGE PAGLIARINI JUNIOR UNESPAR
Resumo
Esta dissertação tem por objetivo a criação de atividades pedagógicas para o Ensino de História na educação básica. Desenvolvidas no Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória), estas atividades tiveram como tema o uso das narrativas da Revista Seleções do Reader’s Digest como fontes históricas no Ensino da disciplina de História. Sua metodologia pautou-se na investigação dos diversos discursos produzidos pela revista entre os anos de 1942 e 1949, no diálogo com a bibliografia responsável pela sua análise e no cotejamento desse material com o campo do ensino. Sua elaboração visou ao aprimoramento das estratégias de análise, leitura e produção narrativa na educação básica para abordar a imprensa, os documentos históricos e as fontes de informações em geral. A seleção de temas baseou-se nos aspectos contextuais em que este periódico estava inserido. Com formato de bolso, riquíssima em artigos e imagens que representavam o modo de vida americano (american way of life), e textos selecionados e condensados de livros e outras publicações, a revista conquistava e ampliava o número de leitores a cada nova edição. Chegou ao Brasil em fevereiro de 1942, dois meses após o país se alinhar aos Estados Unidos e aliados na Segunda Guerra Mundial estreitando a política de “boa vizinhança” entre os dois países. Nesse período, a publicação acompanhava o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, com narrativas que elegiam os nazistas, os japoneses e, posteriormente, no pós-guerra, os comunistas como “inimigos”. Esse contexto histórico abordado possibilitou a elaboração de quatro eixos temáticos: o primeiro aborda o nazismo; o segundo enfatiza a Política de “boa vizinhança” e o esforço de guerra; o terceiro tem como tema o Comunismo e o quarto eixo as representações de gênero, raça e classe.
Palavras-chave
ProfHistória; Ensino de História; Produção e difusão de narrativas históricas; Fonte Histórica, Revista Seleções do Reader’s Digest.
Link
Dissertação