• Quem é Quem - Profhistória
  • Facebook
  • Youtube

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 408 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
HELISON GERALDO FERREIRA CAVALCANTE AS MEDIDAS SÓCIOEDUCATIVAS, O CINEMA E A PRODUÇÃO DE NARRATIVAS SOBRE A HISTÓRIA DAS MULHERES: UMA EXPERIÊNCIA NO CENTRO SOCIOEDUCATIVO FEMININO (CESEF). 2019 JOSÉ DO ESPÍRITO SANTO DIAS JUNIOR UFPA
Resumo
Esta dissertação tem como principal objetivo apresentar a metodologia e as ideias na qual se fundamentou uma experiência de produção de narrativas em ensino de história, realizada na Escola Antônio Carlos Gomes da Costa, situada na cidade de Ananindeua, Estado do Pará, no ano de 2018. Através da referida experiência, o professor de história, atuante no Centro Socioeducativo Feminino, um dos anexos desta instituição, trabalhando em conjunto com suas alunas, todas adolescentes, do sexo feminino, privadas de liberdade e em cumprimento de medidas socioeducativas, com idade entre os 12 e os 21 anos, produziu um livro, de caráter paradidático, intitulado Nossa História das mulheres: representações do feminino no cinema e na sala de aula. Na produção deste livro foram utilizados textos-base, escritos pelo professor, a partir da análise de literatura pertinente sobre o tema da história das mulheres, que foram enriquecidos com as contribuições das alunas, que fizeram observações e comentários sobre a temática, durante discussões e atividades realizadas em sala de aula, a partir de suas experiências de vida. Esta produção possibilitou às socioeducandas adquirir a oportunidade de serem coautoras de um livro, o que fortaleceu a sua autoestima enquanto estudantes, favorecendo a sua reinserção social e estimulando habilidades e competências, relativas à leitura, interpretação e análise de fontes históricas, bem como à produção de relatos sobre o passado.
Palavras-chave
ProfHistoria; Ensino de história; Educação Básica; Narrativas Históricas; Cidadania; Direitos Humanos; Medidas Sócioeducativas; História das Mulheres.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
LOURDES MACHADO MARTINS CENTRO HISTÓRICO DE BELÉM: LUGAR DE HISTÓRIA E MEMÓRIA NA SALA DE AULA 2019 SIDIANA DA CONSOLAÇÃO FERREIRA DE MACEDO UFPA
Resumo
Esta dissertação tem como objetivo desenvolver uma proposição didática, para ensinar história a partir de fontes patrimoniais, incorporando o uso do patrimônio histórico local. O experimento desenvolveu-se na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Rui Barbosa, localizada na Rua Joaquim Távora, 408 no bairro da Cidade Velha. Para esta pesquisa foi selecionado dois monumentos do Centro Histórico de Belém: o Forte do castelo e a Praça Frei Caetano Brandão, como espaço para o desenvolvimento do ensino e aprendizagem em interface com a história local. O resultado foi considerado positivo, pois, observou-se um envolvimento muito grande dos alunos com as tarefas propostas, fato que favoreceu a aprendizagem dos mesmos. Como produto educacional da dissertação o terceiro capítulo apresenta o passo a passo da proposição didática a ser utilizado no ensino de história em diferentes séries e níveis de ensino. A didática de história utilizada prevê um percurso metodológico no qual o professor será o interlocutor em diálogo com os estudantes, pois é ele que vai apresentar aos alunos as fontes que serão utilizadas, assim como, orientá-los na construção de reflexões acerca do patrimônio histórico, cujo objetivo principal é estimular a construção do conhecimento histórico em diferentes espaços da memória. Os alunos, por sua vez, serão agentes desta pesquisa, visto que terão a oportunidade de analisar diretamente as fontes e, em diversos momentos eles serão os interlocutores através das respostas que encontrarão no cruzamento das fontes a cada questão apresentada, cujo objetivo é aproximar os alunos da história local por meio do contato direto com as fontes e com temas locais. O projeto foi refletido teoricamente nos debates e nas disciplinas na primeira turma do Mestrado Profissional de Ensino de História, destacando-se a didática rüseniana em interação epistemológica com os debates sobre a educação patrimonial. O estudo do Centro Histórico de Belém/PA na perspectiva da educação patrimonial é o produto educacional, como resultado da dissertação de mestrado que procura fazer o diálogo entre a epistemologia e a práxis.
Palavras-chave
ProfHistoria; Didática da História; Educação Patrimonial; História Local; Memória; Identidade.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
OTTO JORGE DA SILVA NANEZ NARRATIVAS E CONHECIMENTOS HISTÓRICOS SUBSTANTIVOS: UM ESTUDO COM ALUNOS DO 9º ANO DO MUNICÍPIO DE TAILÂNDIA/PA 2019 ELIANA RAMOS FERREIRA UFPA
Resumo
O objetivo do estudo foi compreender como estudantes do ensino fundamental mobilizam elementos e operações do pensamento histórico quando desafiados a narrar à história da escravidão negra no Brasil. A tarefa enfrentada pelos sujeitos da pesquisa provocou uma série de movimentos cognitivos: selecionar acontecimentos, personagens, espaços e conceitos na longa temporalidade, interpretá-los e articulá-los num relato explicativo e coerente. Para alcançar os objetivos propostos, a investigação dialogou com as teorias do historiador Jörn Rüsen e com as reflexões do campo da Educação Histórica, discutindo as especificidades da narrativa na produção do conhecimento histórico e sua relação com a aprendizagem histórica e a formação do pensamento/consciência histórica. No percurso metodológico de caráter qualitativo buscou-se articular os aportes de Rüsen com referenciais oriundos de pesquisas empíricas de modo que subsidiassem a análise do material recolhido. Participaram do estudo vinte e três estudantes de uma turma de 9º ano, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Guaraci Mendes, município de Tailândia, Pará. Foi realizada a descrição e análise dos marcadores históricos (conteúdos substantivos, agentes históricos, espaciais e temporais), caracterizados como conceitos históricos substantivos estruturantes e a forma como se articulam nas narrativas coletadas. A análise e reflexão possibilitaram evidenciar a forma como os estudantes apreendem os seus conhecimentos históricos sobre o conceito histórico substantivo escravidão negra no Brasil, como mobilizam os marcadores históricos e noções básicas do pensamento histórico como as de explicação, causalidade e relações entre as dimensões temporais, que podem auxiliar pesquisadores e professores na tarefa de compreender os processos de formação do pensamento e da consciência histórica.
Palavras-chave
ProfHistoria; Ensino de História; Educação Básica; Narrativa Histórica; Conceitos Substantivos; Escravidão Negra
Link
Dissertação