• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 220 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CARINA SANTIAGO DOS SANTOS A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E O ENSINO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DA REDE MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS (2010 – 2015). 2016 PAULINO DE JESUS FRANCISCO CARDOSO UDESC
Resumo
Na presente dissertação de mestrado, da primeira turma Mestrado Profissional em Ensino de História – ProfHistória, pretendo apresentar uma compreensão dos desafios e limites da articulação da Educação das Relações Étnico-raciais, a História e Cultura Africana e Afro-brasileira e a Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Municipal de Florianópolis. A partir deste estudo elaborei um material de orientação para professores e gestores da EJA, de modo a contribuir na implementação da política de diversidade étnico-racial na unidade escolar. O lugar de onde falo: mulher negra, professora de História e gestora do EJA Centro I - Matutino. O ponto de partida, a experiência na docência, as problemáticas e os textos elaborados pelos estudantes, entre os anos de 2010 e 2015, bem como questionários aplicados com estudantes e o corpo docente, fontes para o presente estudo. O guia foi estruturado em três partes, quais sejam: História da cidade, África/Cosmovisão e Sociedade. Esperamos que os resultados da investigação colaborem no aperfeiçoamento da prática pedagógica e possibilitem vivências educacionais pautadas na pluralidade e na promoção da igualdade.
Palavras-chave
Educação das Relações Étnico-Raciais. Ensino de História. Educação de Jovens e Adultos.
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
DISMAEL SAGÁS RÁDIO #TMJ: HISTÓRIA E ENSINO DE HISTÓRIA NO CEM MORAR BEM – SÃO JOSÉ, SC (2015 – 2016) 2016 MÁRCIA RAMOS DE OLIVEIRA UDESC
Resumo
Esta pesquisa tem como proposta a elaboração de uma narrativa em áudio, utilizando a linguagem do rádio como recurso para conhecer e ensinar a história do processo de urbanização do loteamento Morar Bem e avaliar as possibilidades do ensino de História por meio da rádio. Objetiva-se ainda mensurar as mudanças ocorridas nas relações dos estudantes envolvidos no processo de criação do programa piloto bem como seu impacto no cotidiano da escola. Como fontes para o trabalho, foram realizadas entrevistas com moradores da região, estudantes, professores e funcionários do CEM Morar Bem e também a consulta a documentos encontrados no sistema do referido colégio. O desenvolvimento desta proposta inclui ainda a revisão bibliográfica sobre os temas apresentados. Oficinas de captação e edição sonora, escrita de roteiros e elaboração de entrevistas foram realizadas para a produção do programa piloto de rádio. Inserida na linha de pesquisa Linguagens e Narrativas Históricas: produção e difusão, esta pesquisa está alinhada a proposta teóricometodológica do Ensino de História.
Palavras-chave
Rádio escola 2. Rádio online 3. Ensino de História 4. CEM Morar Bem - São José/SC
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ELAINE PROCHNOW PIRES IDEIAS HISTÓRICAS DE JOVENS DO ENSINO MÉDIO SOBRE REPRESENTAÇÃO DAS MULHERES NO ENSINO DE HISTÓRIA DO BRASIL: ESTUDO DE CASO 2016 CRISTIANI BERETA DA SILVA UDESC
Resumo
Este trabalho busca perceber as ideias históricas de estudantes do Ensino Médio sobre a representação das mulheres e das relações de gênero no ensino de História do Brasil. Nesse sentido, procura-se responder como os (as) estudantes se apropriam das discussões nas quais a importância das mulheres e a construção social das diferenças são debatidas. A investigação foi realizada numa turma de Ensino Médio, da Escola de Educação Básica Adolfo Böving, na cidade de Braço do Trombudo – SC, por meio de análise de conteúdos de História do Brasil selecionados em livros didáticos. A metodologia apresentada como elemento propositivo do trabalho se constitui na análise de narrativas construídas pelos (as) estudantes, a partir de atividades propostas, no sentido de apurar sensibilidades e desenvolver olhares mais críticos no que tange ao tema estudado. A secundarização do lugar feminino nos registros históricos, em especial nos livros didáticos, sua invisibilização e a naturalização de comportamentos foram problematizadas em consequência da metodologia apresentada e aplicada no trabalho com o intuito de suprir a falta de informação e a forma como estas são abordadas. Sendo assim, o trabalho apresenta uma proposta para o ensino de História calcada na necessidade de discutir, em maior escala, a importância das mulheres na História do Brasil, ampliando o debate sobre gênero, feminismos e História das Mulheres. A partir de sequências didáticas e da proposição de construção de narrativas, pôde-se observar a limitação do material didático que subsidia o trabalho de professores e professoras na Educação Básica, bem como se percebeu as possibilidades de transformação de olhares acerca da História das Mulheres e as questões de gênero após as discussões empreendidas em sala de aula. Também, constatouse a presença de transformações nas ideias históricas dos (as) estudantes, externalizadas nas narrativas elaboradas, compreendendo o sentido do aprendizado como instrumento 14 fundamental para um ensino de História com significado para a vida dos (as) estudantes.
Palavras-chave
Ideias Históricas. Ensino de História. História das Mulheres. Relações de Gênero.
Link
dissertação