• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 220 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CRISTIANE MARIA BARBIERO ENSINO DE HISTÓRIA LOCAL PARA CRIANÇAS: (RE)CONSTRUINDO HISTÓRIAS DE PARANHOS 2018 VIVIANE SCALON FACHIN UEMS
Resumo
Esse trabalho objetivou compreender parte do processo histórico envolvendo o município de Paranhos em Mato Grosso Sul e sistematizar os resultados obtidos em um material didático para uso de alunos e professores dos anos iniciais da Educação Básica. Considerando a importância das relações históricas locais, principalmente por sua proximidade com as questões que permeiam o cotidiano dos alunos e motivados pela pequena incidência de pesquisas e produção historiográfica local, nos propusemos a fazer um estudo sobre algumas questões, como a presença histórica e quase desconhecida do Forte do Iguatemi no município, bem como as relações estabelecidas pelos indígenas Guarani e Kaiowá que correspondem a mais de um terço da população local, e o processo de mudanças pelo qual passou a vila de Taquaperi e também Paranhos desde quando configurava-se como povoamento de Ipehum. Como fontes de pesquisa, optamos pela utilização de documentos e também narrativas orais coletadas por meio de entrevistas. Os dados levantados nos permitiram analisar o tema sob diversos aspectos, principalmente quanto às questões econômicas relacionadas ao processo de formação do município e suas implicações nas dinâmicas sociais locais. Como produto das reflexões, buscamos elaborar uma cartilha para ser utilizada nos anos iniciais do Ensino Fundamental, levando em conta importantes aspectos historiográficos e didáticos que possibilitarão melhor estudo e compreensão da História nessa etapa de ensino.
Palavras-chave
Ensino de História, História Local, Currículo, Prática docente, Livro Didático
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
CARLOS MONTEIRO ALVES DITADURA MILITAR BRASILEIRA: MEMÓRIA E ENSINO EM TEMPOS DE REDEMOCRATIZAÇÃO 2018 DIOGO DA SILVA ROIZ UEMS
Resumo
O tema principal deste trabalho é a História Política do Brasil Contemporâneo. Neste trabalho, analisamos o depoimento de militares e civis que tiveram relação direta com a Ditadura Militar Brasileira, tendo como escopo identificar conceitos que essas pessoas retomam para explicar o processo político-social vivido no período 1964/1985. A partir da identificação de tais conceitos construímos um dicionário que, pretende ser útil ao professor para problematizar os acontecimentos históricos do período em sala de aula. As fontes utilizadas aqui foram seis depoimentos retirados da Coletânea 31 de Março: O Movimento Revolucionário e sua História, da Coleção Memória Militar Sobre a Abertura, e dos depoimentos coletados pela Comissão Nacional da Verdade. Todas essas foram analisadas sob a perspectiva de autores que abordam os estudos sobre a memória. É notável na pesquisa que, os depoimentos de militares favoráveis ao Golpe de 1964 procuram justiçá-lo, e para isso fazem esboço do contexto internacional, do risco do comunismo no Brasil, e apontam para o apelo popular pela intervenção, assim como da relativização da ditadura vivida. Nos depoimentos civis, especialmente coletados pela Comissão Nacional da Verdade, pulsa as denúncias sobre as torturas sofridas.
Palavras-chave
Ensino de história; Memória; Ditadura Militar
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ELIZABETH VIEIRA MACENA A APLICAÇÃO DA LEI 11.6452008 NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE PONTA PORÃ SUBSÍDIOS PARA O ENSINO DA TEMÁTICA INDÍGENA. 2018 BEATRIZ DOS SANTOS LANDA UEMS
Resumo
O presente trabalho pretende compreender e demonstrar como a Lei 11.645/2008 que prevê a inserção nos currículos da Educação Básica do estudo da História e Cultura Afro-brasileira e Indígena vem sendo abordada nas escolas públicas de Ponta Porã em Mato Grosso do Sul, no Ensino Fundamental II (6° ao 9°) e Ensino Médio. Procuramos reconhecer as principais dificuldades apontadas por docentes para inserir a temática nas aulas, identificar os recursos e materiais didáticos eleitos para mediar o conhecimento sobre os povos indígenas e por fim qualificar os/as professores/as para o ensino da temática indígena. Para essa investigação foram coletados dados de caráter amostral por meio de questionário aplicado aos docentes da disciplina de História de Ponta Porã, análise dos planos de aulas e nas escolas selecionadas procedemos à averiguação dos Projetos Políticos Pedagógicos e o levantamento de livros e revistas específicos sobre a temática indígena disponíveis nas bibliotecas das instituições selecionadas, todos esses dados coletados foram analisados levando em consideração a produção historiográfica da área, reunido por levantamento bibliográfico. Por meio das reflexões observou-se que a temática indígena vem sendo inserida de forma esporádica e superficial nas escolas, situação essa que reflete a predominância da epistemologia ocidental nos currículos da educação brasileira; essa hegemonia apresenta-se através da colonialidade do saber que rejeita outras formas de conhecimento, que classifica e hierarquiza a população mundial em civilizados e selvagens ou superiores e inferiores, na qual os povos indígenas são desumanizados. O Projeto de Intervenção que propomos tem a intenção de contribuir para qualificação e aperfeiçoamento dos docentes, uma proposta decolonial que congregou teoria e prática em três encontros presenciais, por meio de estudos teóricos, momentos de trocas de experiências, discussão de metodologias e recursos, construção de oficinas e aplicação nas escolas das aulas planejadas no decorrer da formação continuada com vista sensibilizar os/as professores/as para o ensino da temática indígena.
Palavras-chave
Ensino de História; Temática Indígena; Projeto de Intervenção; Lei 11.645/2008; Escola, currículo e ensino de História
Link
dissertação