• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 259 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ELYNEIDE CAMPOS DE SOUZA RIBEIRO O CURRÍCULO DE HISTÓRIA E A LEI Nº 10639-2003- AS AÇÕES AFIRMATIVAS DO “PROJETO BATUQUE” DO COLÉGIO ESTADUAL DE CRISTALÂNDIA-TO 2016 MARTHA VICTOR VIEIRA UFT
Resumo
O currículo de História assim como todo o currículo escolar oficial não pode ser entendido apenas como uma lista de conteúdos a serem ensinados e aprendidos em séries ou ciclos específicos. O currículo traz em si uma intencionalidade educacional que procura definir o ser humano desejável para um determinado tipo de sociedade. O currículo escolar oficial do Brasil contemporâneo está voltado para uma concepção do mundo ocidental e firmado num ideal de identidade nacional que foi proposto a partir do século XIX e que marginaliza alguns grupos étnicos que fazem parte da sociedade brasileira. Com base nessa consideração, essa dissertação de mestrado busca analisar o impacto da aprovação da Lei 10. 639/2003 e seus desdobramentos nos diversos espaços de aprendizagem, especialmente o espaço escolar. Analisa ainda as ações do Projeto Batuque que é desenvolvido no Colégio Estadual de Cristalândia/TO, considerando as contribuições que essas ações valorativas trazem para as relações etnicorraciais no ambiente escolar e na comunidade em geral.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Currículo, Identidade, Lei nº 10639/2003, Projeto Batuque
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
EMANUELA DE MORAES SILVA ENSINO DE HISTÓRIA EM DEBATE: A HISTÓRIA DA ÁFRICA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA NO LIVRO DIDÁTICO E A ESCOLA JOSÉ CAETANO DOS SANTOS NA COMUNIDADE QUILOMBOLA SÃO VITOR – SÃO RAIMUNDO NONATO - PI 2016 DAGMAR MANIERI UFT
Resumo
Os estudos sobre Ensino de História e Cultura Africana e Afro-brasileira vêm ganhando cada vez mais espaços nos debates acadêmicos. Uma de suas razões é a obrigatoriedade de seu ensino nas instituições escolares, a partir da lei 10.639/ 2003. A proposta deste trabalho é fazer uma análise das diretrizes que regem e orientam este ensino, tentando perceber como estes documentos compreendem conceitos como: Alteridade, Diferença e Identidade e quais demandas sociais inseriram este tema como obrigatório nas legislações educacionais. A partir de uma perspectiva de um ensino para a diversidade, tentaremos fazer uma análise dos discursos textuais e iconográficos de uma coleção didática “História nos dias de Hoje”, editora Leya, do ensino fundamental (6º ao 9º ano) utilizada na Escola José Caetano dos Santos, situada na comunidade Quilombola São Vitor, no município de São Raimundo Nonato, Piauí, como também compreender o processo de escolha e a apropriações que alunos e professores fazem com este material didático. Por fim, este trabalho propõe caracterizar as experiências do ensino de História na escola e sua relação com o passado desta comunidade, elaborando uma coletânea de narrativas, a partir de entrevistas com os moradores mais antigos da comunidade.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Livro Didático, História e Cultura Africana e Afro-Brasileira
Link
dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
FABRÍCIO BARROSO DOS SANTOS O LIVRO DIDÁTICO NO ENSINO DE HISTÓRIA: ENTRE PRÁTICAS HISTORIOGRÁFICAS E NARRATIVAS DOCENTES 2016 MARCOS EDILSON DE ARAÚJO CLEMENTE UFT
Resumo
Esta dissertação objetiva analisar a relação entre o conhecimento histórico-historiográfico, os livros didáticos de história e a relação destes com as práticas e as representações docentes do Ensino Fundamental e do Ensino do Ensino Médio. Em outras palavras, investigaremos como se reproduzem as tendências historiográficas nos manuais escolares, ressaltando as articulações e os princípios que norteiam essa relação, e como se dá a recepção desses saberes no âmbito da comunidade docente. Diante disso, definimos nosso material de pesquisa em uma metodologia que associa o objeto, o livro didático de História, os autores envolvidos na sua produção e o docente responsável pela utilização do livro didático em sala de aula.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, livro didático, práticas historiográficas, narrativas docentes.
Link
dissertação