• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 259 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
RITA DE CASSIA LOUBACK DE SOUZA A HISTÓRIA LOCAL E SUAS ABORDAGENS NA SALA DE AULA DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NOVA FRIBURGO 2016 EVERARDO PAIVA DE ANDRADE UFF
Resumo
O presente trabalho foca no impacto das pesquisas sobre a formação histórica de Nova Friburgo, realizadas pelos historiadores vinculados à Faculdade de Filosofia Santa Dorotéia, no trabalho com o segundo segmento do ensino fundamental da rede municipal de educação. Tal investigação buscará, através dos relatos de três professoras regentes da rede municipal de ensino, as suas abordagens em sala de aula sobre a história local. A nossa análise terá como fundamento teórico a articulação entre os conceitos de saber acadêmico, saber docente e saber escolar, além de tratar das condições de trabalho dos professores, sob uma perspectiva de “proletarização” da carreira docente, como obstáculo a um suposto ideal do professor prático reflexivo. E, ainda, apresenta como produto didático-pedagógico, uma proposta de trabalho da história local como metodologia da disciplina, através de um Guia de Estudo do Local da área central da cidade, tendo como cenário a Praça Getúlio Vargas, sob o viés das memórias silenciadas e da circularidade entre a atividade humana e a paisagem.
Palavras-chave
Profhistória; Ensino de História; História local; Saber escolar; Saber docente; Proletarização docente; Produto didático-pedagógico
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
BRENO BERSOT DA SILVA FLASHES DE FAMÍLIAS: RELAÇÕES DE GÊNERO NO BRASIL ATRAVÉS DE FOTOGRAFIAS (SÉCULOS XX E XXI) 2016 ANGELA DE CASTRO GOMES UFF
Resumo
O trabalho consiste em parte escrita e material didático, em Power Point, sobre relações de gênero através do tema “família”, para ser utilizado por professores de história em suas aulas, como uma nova possibilidade de trabalho com esse tema. Para tanto, nos utilizamos de fotografias de família como principais fontes, para observar como, do início do século XX até início do século XXI, as famílias brasileiras foram se transformando e assumindo arranjos e modelos os mais variados. Tais temas partiram da preocupação de que há na sociedade brasileira uma forte propagação de preconceitos em forma de homolesbotransfobia, machismo e racismo que estimulam a violência física e simbólica, sobretudo contra as mulheres, população LGBT e minorias raciais. Procuramos dar destaque a esses temas para serem devidamente discutidos na escola de forma complexificada, trabalhando a diversidade de modelos familiares, sem deixar de tocar na temática racial também. Assim, foi necessário, primeiro, diagnosticar como esses temas vinham sendo abordados nos livros didáticos de história. Percebemos que, na poucas vezes em que apareciam, eles eram trabalhados como apêndice, devido ao fato de os livros didáticos privilegiarem tudo o que se relaciona à esfera pública, e, portanto, política, em detrimento das questões relacionadas ao âmbito da vida privada. Também notamos como esses conteúdos eram tratados, com algumas exceções, de maneira muito superficial pedagogicamente, quase sem articulação com a aprendizagem histórica, defendida por Circe Bittencourt, Jörn Rusen e Anadir Miranda dos Reis. Por isso, de maneira conjunta, o material didático também contemplou um pouco da história social da fotografia, pois era necessário que as mesmas perdessem o caráter meramente ilustrativo e passassem a ser entendidas pelos alunos como um documento de grande valor histórico. O material Flashes de Famílias pode ser acessado através do link https://1drv.ms/u/s!AinjNoufS2XQxT4FfQpANjkjVy9n , gerado pelo Microsoft Onedrive. Atenção: Para o acesso ao material, através do link, são necessárias duas coisas: 1) possuir uma conta microsoft (gratuita); 2) possuir o programa Powerpoint devidamente instalado no computador, para que todos os efeitos de animação inseridos nos slides possam ser exibidos.
Palavras-chave
Profhistória; Ensino de História; Gênero; Família; Fotografia
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ERIC FREITAS RODRIGUES TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E ENSINO DE HISTÓRIA: O ENSINO HÍBRIDO E SUAS POSSIBILIDADES. 2016 SAMANTHA VIZ QUADRAT UFF
Resumo
A dissertação explora os impactos do crescente uso da tecnologia na educação através de metodologias ativas que tem utilizado novos recursos para alterar a experiência de ensino e aprendizagem. Para isso, é feita uma análise profunda de uma dessas metodologias, o método de Ensino Híbrido, sua trajetória e possibilidades de uso no espaço escolar. Essa análise é complementada por um relato de experiência com Ensino Híbrido em sala de aula, os desdobramentos de sua aplicação para o Ensino de História e a apresentação de um planejamento completo de uma aula utilizando esse mesmo método, incluindo todos os recursos digitais e propostas de trabalho necessários à sua execução.
Palavras-chave
Profhistória; Ensino de História; Ensino híbrido; Tecnologia; Inovação
Link
Dissertação