• facebook

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 220 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ILTAMI RODRIGUES DA SILVA ENSINO DE HISTÓRIA E NARRATIVA DE ALUNOS: UM ESTUDO SOBRE CONSCIÊNCIA HISTÓRICA NO COLÉGIO ESTADUAL ADOLFO BEZERRA DE MENEZES EM ARAGUAÍNA-TO 2018 CLEUBE ALVES DA SILVA UFT
Resumo
A presente pesquisa objetivou estudar a consciência histórica de estudantes do ensino médio do Colégio Estadual Adolfo Bezerra de Menezes (CEABM), em Araguaína-TO. O conceito de consciência histórica utilizado referencia-se no entendimento de JörnRüsen (2001,2007,2011). Metodologicamente nos valemos da estratégia da pesquisa-ação segundo a visão de Michel Thiollent (2007). Seguindo os pressupostos da aula-oficina, de Isabel Barca (2004), instrumentalizamos estudantes da 2ª série do Ensino Médio a produzirem narrativas históricas relacionadas aos bairros onde vivem. Além das narrativas, aplicamos um questionário para a obtenção de dados sobre as condições sociais dos alunos e de suas famílias e acessar as ideias prévias deles a respeito dos bairros onde moram, da escola que estudam e como vêem o conhecimento histórico. Para o tratamento das narrativas, fizemos uso do quadro de geração de sentido histórico proposto por Rüsen (2001,2007), tipificado na forma de consciência histórica tradicional, exemplar, crítica e genética. Utilizamos também a indicação deste autor quanto às operações que formam a competência narrativa da consciência histórica. O estudo foi conduzido mediante diálogo com autores que discutem o ensino de história no Brasil, a exemplo de Fonseca (2006,2010), Schmidt (2012), Monteiro (2007), e outros que se preocupam em debater a relação entre ensino de história, consciência histórica e a didática da história, caso de Rüsen (2011) e Cerri (2011a,2011b). Sob uso desses aportes teóricos e metodológicos, os resultados mostraram que a produção de narrativas por estudantes de ensino médio, relativa aos seus espaços de vivência, permitem mensurar o nível de sua competência narrativa e identificar carências de orientação temporal. As carências de orientação, distintas conforme os sujeitos e os lugares, abrem potencialidades quanto à definição de ações de intervenção docente com vistas a um ensino de história que tencione influir sobre a consciência histórica dos alunos
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Consciência Histórica, Aprendizagem Histórica, Saberes e práticas no espaço escolar, Narrativa de alunos
Link
Dissertaçao
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
JOÃO PAULO SANTANA MACIEL HISTÓRIA DE VIDA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA: NARRATIVAS DE SI E REPERCUSSÕES SOBRE A PRÁTICA DOCENTE 2018 DIMAS JOSÉ BATISTA UFT
Resumo
Este trabalho discorre sobre história de vida e formação de professores de História, suas narrativas e as repercussões dessas sobre sua prática docente. Trazendo como objetivos: conhecer as narrativas das histórias de vida e formação de professores de História do Ensino Fundamental do município de Imperatriz; identificar as experiências evidenciadas nessas narrativas e analisá-las tendo em vista a sua repercussão na prática pedagógica e, por fim, elaborar e apresentar à Secretaria Municipal de Educação, uma proposta metodológica para formação de professores de História. Ademais, terá como eixo a produção própria a partir das experiências individuais, contextualizadas historicamente e socializadas em grupo. Tais objetivos partem das seguintes questões norteadoras: o que fala o professor de História sobre sua história de vida e formação? E como essas experiências repercutem sobre sua prática docente? A metodologia adotada para dar conta desse desafio está centrada no professor e nas suas experiências constituídas ao longo da vida e carreira docente. Sendo assim utilizou-se como fontes suas narrativas autobiográficas, escritas e faladas, as quais serviram de objeto de análise para compreender como tais aspectos repercutem, ou mesmo interferem na prática docente. Diante do trabalho realizado, a discussão indicou que as experiências que marcaram a vida do professor, englobando nisso o processo de sua formação, respondem com amplitude por seu desempenho como docente. Isto é, que o exercício profissional do dia-a-dia é delineado de forma consistente pelas repercussões dessas experiências que compuseram a vida real desse professor enquanto sujeito atuante e inserido num determinado contexto histórico
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, Saberes e práticas no espaço escolar, Formação de professor, História de vida
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
JOELMA DA SILVA SANTOS TRADIÇÕES ORAIS E ENSINO DE HISTÓRIA NA ESCOLA PROFESSORA CARMINA GOMES, NO ENSINO FUNDAMENTAL II, EM SÃO FÉLIX DO XINGU - PARÁ 2018 BRAZ BATISTA VAS UFT
Resumo
Este trabalho tem como objetivo apresentar uma metodologia de ensino em História oral, usando um dos seus gêneros, as tradições orais, visto que muitas histórias que fazem parte do imaginário social são contadas, porém não são registradas. Quando trabalhamos com a oralidade a memória é muito importante. Segundo Le Goff (2014), no estudo da memória histórica é necessário dar uma importância especial às diferenças para as sociedades orais, escritas ou em transição do oral para o escrito. A realização da pesquisa envolveu os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental da Escola Professora Carmina Gomes, em São Félix do Xingu. Trabalhamos com a oralidade, a partir de lendas locais, por meio de entrevistas e coleta de narrativas, como forma de contribuir para um ensino de História com mais significado, uma vez que este estudo parte do local e do cotidiano do aluno, e ainda possibilita o uso de uma metodologia que vai além dos muros da escola. A História oral aqui trabalhada não tem o objetivo de análise escrita das narrativas, mais sim o de viabilizar aos alunos diferentes formas de rememora e de transmissão histórica, o respeito pela diversidade cultural e o reconhecimento de que a História também acontece no seu lugar de vivência, com diversos sujeitos históricos. Como resultado da pesquisa, têm-se a confecção, conjuntamente com os alunos, de uma cartilha de Histórias a partir das narrativas dos moradores mais velhos da cidade de São Félix do Xingu-Pará.
Palavras-chave
ProfHistoria, Ensino de História, História oral, Memória, História Local e São Félix do Xingu.
Link
Dissertação