• Quem é Quem - Profhistória
  • Facebook
  • Youtube

Lista das dissertações dos alunos do ProfHistória



Limpar

Foram encontrados 408 registros

Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
FABIO VINICIUS GONGORA O PASSADO EM BITS: UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE O USO DE FONTES EM SUPORTE DIGITAL NO ENSINO DE HISTÓRIA 2018 MÁRCIA ELISA TETÉ RAMOS UEM
Resumo
O presente trabalho propôs-se a investigar o trabalho pedagógico apoiado em fontes históricas disponíveis em suporte digital, partindo da hipótese de que estes materiais potencializam o ensino de História em ambiente escolar. Para cumprir esta tarefa elegeu-se como método, além da revisão bibliográfica, a pesquisa com abordagem qualitativa, aplicada a um público-alvo composto por 33 professores da Rede Estadual de Educação do Paraná, que atuam na Região Metropolitana de LondrinaPR. Inicialmente, enfocamos o emergir da era digital, os impactos das novas tecnologias na sociedade e suas implicações para a Educação. Examinamos, em seguida, os principais programas governamentais voltados às tecnologias educacionais, na esfera federal e estadual, buscando compreender as condições de trabalho dos professores com os meios digitais. Posteriormente, apresentamos discussões no campo epistemológico, abordando a ampliação do conceito de documento histórico e as mudanças nas perspectivas investigativas no contexto das novas tecnologias e da crescente oferta de acervos digitais. Analisamos também as orientações para o uso escolar de documentos históricos extraídas dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e Diretrizes Curriculares da Educação Básica do Estado do Paraná (DCE). Ao refletirmos sobre as implicações da inserção das mídias digitais no trabalho docente, ressaltamos as possibilidades propiciadas pelo acesso a diversos tipos de documentos históricos digitalizados e o seu potencial para o ensino de História. O enquadramento teórico deste estudo está inserido no campo da Educação Histórica, linha de pesquisa que também ofereceu fundamentos metodológicos e instrumentação conceitual para investigarmos as práticas pedagógicas. Como produto educacional, propusemos subsídios pedagógicos para o trabalho com fontes históricas e recursos digitais diversos. No tocante à pesquisa, aplicamos um questionário online direcionado aos professores, objetivando investigar os meios utilizados para a obtenção das fontes históricas, o sentido atribuído a estes materiais e suas finalidades em experiências didáticas. Por fim, foram descritos os métodos e analisados os dados obtidos mediante a investigação. Espera-se que a pesquisa possa contribuir para a ampliação da discussão sobre o uso pedagógico de fontes em sua intersecção com as novas tecnologias e o mundo virtual.
Palavras-chave
Ensino de História; Educação Histórica; Novas tecnologias; Fontes Históricas.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ROBERTO DOS SANTOS VIANA CEMITÉRIO MUNICIPAL DE PÉROLA - PR: ESPAÇO DOS MORTOS, VIDAS NARRADAS (1959 - 2018) 2018 SOLANGE RAMOS DE ANDRADE UEM
Resumo
A presente dissertação, com o respaldo da História Cultural, objetiva analisar as maneiras pelas quais uma determinada sociedade se organiza para vivenciar suas relações com a morte. Especificamente aborda o Cemitério Municipal da cidade de Pérola, Estado do Paraná, enquanto espaço produtor de memória da cidade, durante o período de 1959 a 2018. A partir da utilização de fotografias dos espaços do Cemitério, ao abordar os espaços dos mortos enquanto construção das memórias locais, propõe um álbum pedagógico com vistas a contribuir para a prática docente do professor de História, nos anos finais do ensino fundamental.
Palavras-chave
Ensino de História; Álbum Pedagógico; Cemitério Municipal; Memória; Pérola.
Link
Dissertação
Autor Título da Dissertação Ano Orientador Instituição
ROSELI DA CUNHA SANCHES FRONTEIRAS ÉTNICAS E EDUCAÇÃO DE INDÍGENAS NA ESCOLA URBANA MUNICIPAL JÚLIOMANVAILER 2018 CÉLIA MARIA FOSTER SILVESTRE UEMS
Resumo
O presente estudo se propõe ao exercício de compreender as razões que levamestudantes das etnias Kaiowá e Guarani a buscarem a escolarização nas escolas urbanas, mesmo tendo à sua disposição a escola indígena diferenciada. O estudo foi feito a partir da observação participante e questionários que foram aplicados aosestudantes indígenas que estão nos Anos Finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e os resultados analisados a partir de documentos oficiais como o Censo Escolar. Os dados foramproblematizados a partir da ótica das relações que sedesenvolvem na escola urbana entre estudantes e professores, a fim de compreender as suas concepções a respeito da escola e do ensino ofertado por ela, além das relações de poder que se estabelecem através dos saberes privilegiados na sala de aula resultando numa fronteira étnica. Também foi analisado o Plano Municipal de Educação de Amambai-MS com o intuito de perceber a dimensão dada para a educação escolar indígena e se há preocupação enquanto política educacional para atender as demandas geradas pelosestudantes indígenas que frequentam as escolas urbanas
Palavras-chave
Ensino de História; Estudantes indígenas; Identidade; Escola urbana; Educação Escolar de Indígenas
Link
Dissertação